domingo, 28 de setembro de 2014

Avaliação de português 4º bimestre - 3º ano



segunda-feira, 21 de abril de 2014

O cão e seu reflexo - Avaliação diagnóstica

O CÃO E SEU REFLEXO

Um cão estava se sentindo muito orgulhoso de si mesmo. Achara um enorme pedaço de carne e a levava na boca, pretendendo devorá-lo em paz em algum lugar.
Ele chegou a um curso rio e começou a cruzar a estreita ponte que o levava para o outro lado. De repente, parou e olhou para baixo. Na superfície da água, viu seu próprio reflexo brilhando.
O cão não se deu conta que estava olhando para si mesmo. Julgou estar vendo outro cão com um pedaço de carne na boca.
Opa! Aquele pedaço de carne é maior que o meu, pensou ele. Vou pegá-lo e correr. Dito e feito. Largou seu pedaço de carne para pegar o que estava na boca do outro cão. Naturalmente, seu pedaço caiu na água e foi parar bem no fundo, deixando-o sem nada.

MORAL: Quem tudo quer tudo perde.
                                                                                                                                    Esopo


ATIVIDADES 
  1)     Por que o cão largou seu pedaço de carne?
a) (  ) Porque atravessou um rio procurando alguma coisa.
b) (  ) Porque deixou que o pedaço menor fosse levado pelo rio.
c) (  ) Porque ficou privado dos dois pedaços de carne.
d) (  ) Porque julgou que o outro cão tinha um pedaço maior.

  2) O texto foi escrito com o objetivo principal de:
a) (  ) anunciar um produto.
b) (  ) dar instruções.
c) (  ) transmitir ensinamento.
d) (  ) Mostrar pesquisa.

  3) O texto trata principalmente da:
a) (   ) coragem do cão.
b) (  ) fome do cão.
c) (  ) ambição do cão.
d) (   ) sabedoria do cão.

  4) O fato principal que ocorreu  na narrativa foi:
a) (   ) a grande fome do cão.
b) (   ) o sentimento de orgulho do cão.
c) (   ) a sombra que o cão viu no rio.
d) (   ) a ponte que o cão atravessou.

  5) O que o cão segurava enquanto atravessava o rio?
  a)  (   ) um pedaço de frango.
  b)  (    ) um pedaço de carne.
  c)   (  ) um pedaço de peixe.
  d)   (  ) um pedaço de linguiça.

  6)  Provérbios são ditados populares, ou seja, frases ditas pelo povo, que geralmente têm a intenção de ensinar algo. Responda: qual provérbio a seguir combina mais com o ensinamento da fábula lida?
   a)  (  ) Quem não tem cão, caça com gato.
  b)  (  ) Quem semeia vento, colhe tempestade.
  c)   (  ) Quem tudo quer, tudo perde.
  d)   (  ) Quem avisa, amigo é.

7)  O cão conseguiu o que queria? Por quê?

8) Esta fábula nos ensina algo? O quê?

9) Se você estivesse no lugar do cão, faria a mesma coisa? Por quê?

10)   Por que o cão largou o seu pedaço de carne para pegar outro pedaço?

sexta-feira, 11 de abril de 2014

O caracol e a pitanga

O CARACOL E A PITANGA

Há dois dias o caracol galgava lentamente o tronco da pitangueira, subindo e parando e subindo. Quarenta e oito horas de esforço tranquilo, de caminhar quase filosófico. De repente, enquanto ele fazia mais um movimento para avançar, desceu pelo tronco, apressadamente, no seu passo fustigado e ágil, uma formiga-maluca, dessas que vão e vêm mais rápidas que coelho de desenho animado. Parou um instantinho, olhou zombateira o caracol e disse: “Volta, volta, velho! Que é que você vai fazer lá em cima? Não é tempo de pitanga.” “Vou indo, vou indo.” –“Quando chegar lá em cima vai ser tempo de pitanga.”
(Texto retirado do livro Fábulas Fabulosas – Editora Nórdica LTDA.)

ENTENDENDO O TEXTO

1)       Quem são os personagens dessa história?

2)       Diga quem é o protagonista e o antagonista?

3)       A formiga-maluca é descrita de que maneira?

4)       O caracol é descrito de que maneira?


5)       A formiga, quando mandou o caracol voltar, teve qual intenção?

A)      (    ) ser amável e fazer um favor ao caracol.
B)       (    ) ser sincera, apesar de ser maluca.
C)       (    ) ser irônica, ridicularizando a lerdeza do caracol.
D)      (    ) ser a primeira lá em baixo.
E)       (    ) n.d.a.

6)       Qual é o provérbio que melhor resume a história?

a)       (    ) Segues a formiga se quiseres viver sem fadiga.
b)       (    )Com bom sol se estende o caracol.
c)        (    )A fruta proibida é a mais gostosa.
d)       (    ) Caminho começado é meio caminho andado.
e)       (    ) N.D.A.

Interpretação de mapas - avaliação

Avalição 2º bimestre - Português 5º ano

Por que sentimos cócegas? 

Essa sensação vem dos movimentos que acionam receptores nervosos, que ficam na superfície da pele. Não existe um tipo de estímulo específico que faça com que a pessoa sinta cócegas. Pode ser um movimento mais leve ou mais brusco, de acordo com a região do corpo, mas uma coisa é certa: ele é totalmente inesperado. 
Aliás, é por isso que não conseguimos fazer cócegas em nós mesmos. Os lugares mais sensíveis às cócegas, como a sola dos pés, as axilas ou os joelhos também não têm nenhuma característica em comum. Talvez elas sejam as regiões mais “coceguentas” porque são estimuladas com menor frequência. A sensação de prazer que provoca o riso também varia de pessoa para pessoa. 
(http://guiadoscuriosos.com.br/categorias/1022/1/corpo-humano.html) 

01 - Considerando o texto acima, assinale a alternativa incorreta: 
a) O estímulo que resulta em cócegas é totalmente inesperado. 
b) Não conseguimos fazer cócegas em nós mesmos. 
c) Para que a pessoa sinta cócegas é necessário um estímulo específico. 
d) A sola dos pés, as axilas e joelhos são os lugares mais sensíveis às cócegas. 

02 - Assinale a alternativa em que a palavra está acentuada corretamente: 
a) estímulo. 
b) cocegás. 
c) éspecifico. 
d) sénsiveis. 

03 - Na frase: “Pode ser um movimento mais leve ou mais brusco, de acordo com a região do 
corpo, mas uma coisa é certa [...]”, “mas” pode ser substituído, mantendo o sentido, pela palavra 
em qual alternativa? 
a) porque. c) portanto. 
b) enquanto. d) entretanto. 

04 - Assinale a alternativa em que a palavra está escrita corretamente: 
a) nervozoz. 
b) joelhos. 
c) peçoa. 
d) joelo. 

05 - Em “Essa sensação vem dos movimentos que acionam receptores nervosos [...]”, o pronome 
“essa” se refere: 
a) à sensação das cócegas. 
b) aos movimentos. 
c) aos receptores nervosos. 
d) à superfície da pele. 

Poesia O Bicho - Avaliação

O bicho                      Vi ontem um bicho
                      Na imundice do pátio
                      Catando comida entre os detritos.
                      Quando achava alguma coisa;
                      Não examinava nem cheirava:
                      Engolia com voracidade.
                      O bicho não era um cão,
                      Não era um gato,
                      Não era um rato.
                      O bicho, meu Deus, era um homem.

                    Manuel Bandeira. Rio, 27 de dezembro de 1947





1. A expressão “Meu Deus” significa que o autor:
a) (     ) alegrou-se com a cena.                   
b) (     ) ficou indiferente.
c) (     ) solucionou um problema social.
d) (     ) fiou chocado com o espetáculo.

2. A causa principal da nossa admiração pela poesia é porque:
a) (     ) o autor retratou a cena que humilha a condição humana.                             
b) (     ) o autor procurou comparar o homem com cães e gatos.
c) (     ) o homem já não vive mais nesse ambiente de miséria.
d) (     ) é falsa a notícia de que a humanidade passa fome.

3. Essa admiração nos dá o sentimento de:
a) (     ) prazer.
b) (     ) admiração.
c) (     ) pena.
d) (     ) desprezo.

4. A intenção do autor ao usar a palavra “bicho” parece que:
a) (     ) procurou chamar a nossa atenção para animais do lixo.               
b) (     ) a história é mesmo sobre um lixo.
c) (     ) o homem se viu reduzido a condição de animal.
d) (     ) o homem deve ser tratado como animal.

5. O que motivou o bicho a catar restos foi:
a) (     ) a própria fome.
b) (     ) a imundice do pátio.
c) (     ) o cheiro da comida.
d) (     ) a amizade pelo cão.

6. O assunto do texto é:
a) (     ) a imundice de um pátio.
b) (     ) um bicho faminto.
c) (     ) a comida que as pessoas jogam fora.
d) (     ) a triste situação de um homem.

7. Destaque o verbo nesta frase: “Vi ontem um bicho na imundice do pátio.”

8. Este poema serve para:
a) (     ) distrair.
b) (     ) informar sobre um acontecimento.
c) (     ) partilhar um sentimento.
d) (     ) informar sobre a vida de um homem.

9. Esse texto apresenta:
a) (     ) fato.
b) (     ) opinião.
c) (     ) descrição.




Gabarito esta abaixo:



GABARITO:

1 - D
2 - A
3 - C
4 - C
5 - A
6 - D
7 - Vi
8 - C
9 - A

Passarela

s

Seguidores

Buscapé e Bondefaro

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.